Páginas

domingo, 17 de fevereiro de 2019

JOGA PARA A UPA DA PAJUÇARA... JOGA PARA UAB..., QUEM SÃO OS RESPONSÁVEIS POR TANTAS MORTES PREMATURAS NESTE SISTEMA?




Se o futuro é a morte, em Maracanaú o caminho mais rápido está entre a UPA da Pajuçara e a UAB instalada no prédio da Secretaria Hospitalar e nos extremos um secretário de saúde veterinário e a irmã do prefeito. O antigo Hospital Municipal de Maracanaú Dr. João Elísio de Holanda, que foi transformado em secretaria hospitalar para abrigar a irmã do prefeito Firmo Camurça (PSDB), a Senhora Wládia Camurça.


A revelação bombástica do ex-funcionário da UAB Vital Pinheiro, que vocês poderão ver no vídeo anexado no final da matéria comprava a ineficiência deste sistema UPA/UAB e o descaso com a vida de quem precisa de socorro médico.


Quantos mais terão que morrer neste falido sistema (UAB/UPA) para que possamos se indignar, porque dos vereadores não podemos esperar nenhum resultado em favor da população que necessita dos serviços de saúde, ou somente quando acontecer com um de nossos entes queridos é que abriremos os braços?


Neste sábado dia 16 de fevereiro de 2019 uma jovem de 23 anos foi para a UPA com uma rinite alérgica, sendo que o sintoma não melhorava e ela foi para a UAB, e em seguida voltou para a UPA para ser entubada e veio a falecer. A jovem tinha um filho e seu corpo foi transferido para Crateús para ser velado na casa de seus pais.


FONTE: PORTAL DOS SERTÕES


sábado, 16 de fevereiro de 2019

O SECRETÁRIO DE OBRAS ABANDONADAS DESMANCHA O BOULEVARD ANTES DA SUA CONCLUSÃO




O Secretário Felipe Mota Obras Paradas estava inspecionando no dia hoje (16/02/2019) a demolição de parte do fracassado Boulevard, que se tornou um grande embaraço no centro da cidade de Maracanaú.

A obra tem valor calculado em 1.462.561,18 (um milhão quatrocentos e sessenta e dois mil e dezoito centavos) na sua segunda etapa, porque a primeira etapa os moradores de Maracanaú estão loucos para saber onde foi feita!



O administrador que lida com o interesse e patrimônio público deve seguir os princípios da administração pública, estabelecendo costumes e regras para a eficiência. Pelo princípio da eficiência compreende cumprir com suas competências, agindo com presteza, perfeição, buscando sempre o melhor resultado e com o menor custo possível, no sentido econômico-jurídico. Exige desfecho satisfatório, em tempo razoável, em prol do interesse público e segurança jurídica, o que parece não ter se observado na construção do fracassado boulevard!



O Secretário Felipe Mota Obras Paradas tem teimado quando o assunto é a observância dos princípios da administração pública. Felipe Mota Obras Paradas deve observar algumas regras para um bom desempenho da atividade no setor público. Essas regras constituem os princípios da Administração Pública, que estão presentes no Art. 37 da Constituição Federal de 1988. Nesta demolição podemos ver claro a não observância dos princípios da Administração Pública. O Art. 37 da C.F trás os princípios expressos da Administração, mas, não são os únicos a ela aplicados. Reconhece-se igualmente, a incidência de outros.

O Secretário Felipe Mota Obras Paradas tem que ter a razão que não pode administrar Maracanaú com administra a sua casa, ao público tudo que ele for executar deve está expresso em lei!



Operários sem Equipamentos de Proteção Individual executando um serviço clandestino ao contrato primeiro. Quem pagará a estes funcionários, como será calculado o valor do desmanche do quebra mola? São perguntas claras e responsabilidades previstas na legislação!




terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

VEREADORES TURISTAS DE MARACANAÚ GASTAM MAIS DE R$ 16 MIL DOS COFRES PÚBLICOS EM VIAGEM




Não se justifica a participação dos quatro vereadores maracanauenses no curso de especialização em Belo Horizonte! Isso é uma vergonha!

O curso, “O Processo Legislativo Municipal” ministrado pela empresa 'Qualificar Capacitação e Treinamento', que aconteceu na capital mineira nos dias 29, 30, 31 de janeiro e 01 e 02 de fevereiro de 2019, também foi ministrado na capital cearense, uma semana antes do evento em BH, e com o mesmo formato.



O evento realizado em Fortaleza aconteceu nos dias 22, 23, 24 e 26 de janeiro de 2019 no auditório do Hotel Iracema Travel localizado na Avenida Almirante Barroso, nº 734 – Praia de Iracema.




A farra com dinheiro público, o turismo tendo como fachada cursos de especializações é alardeada na rede mundial de computadores em vários sites, mas o caso de Maracanaú merece uma atenção especial por parte dos órgãos de controle externo do governo estadual.

É vergonhoso o que fizeram os quatro vereadores maracanauenes, eles não teriam como receber diárias tão gordas se tivessem optado por fazer o curso em Fortaleza, já que possuem carro com motorista e gasolina e também recebem vale refeição!


Os vereadores que receberam diárias para participar do curso de especialização em Belo Horizonte (MG) conforme os documentos extraídos do site da Câmara Municipal de Maracanaú são os seguintes:

01. Jeorgenes Castro e Silva (PRB), eleito em 2016 com 1177 votos.



02. Jose Valdemi Gomes Peixoto (PR), eleito em 2016 com 3585 votos.



03. Rafael Cavalcante Lacerda (PSD), eleito em 2016 com 5199 votos e




04. Robério Santos Oliveira (PSL), eleito em 2016 com 1758 votos.



05. Inscrições.


Foram quatro diárias no valor de R$ 840,00 (oitocentos e quarenta reais) recebido por cada um dos vereadores. Sabendo que foram 4 diárias para cada um dos vereadores, cada vereador recebeu R$ 3.360.00 (três mil trezentos e sessenta reais) e mais R$ 500,00 (quinhentos reais) de inscrição para cada vereador dos cofres públicos. Junto os quatro vereadores receberam dos cofres públicos: R$ 16.400,00 (dezesseis mil e quatrocentos reais).









segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

MAIS DE UM MILHÃO COM ALUGUEL DE TRÊS AMBULÂNCIAS




Pagamos e quando precisamos não temos uma ambulância disponível?

O humorista Adriano Santos reclama nas redes sociais pela falta do socorro médico para a sua mãe que necessita de atendimento de urgência na UAB. Para quem não sabe a UAB é um postinho de saúde localizado no que era antes o Hospital Municipal de Maracanaú.

Necessitando de atendimento de urgência sua mãe não encontra acolhida na UAB e tem que ser transferida para a UPA da Pajuçara, mas não existe uma ambulância, segundo Adriano Santos.

O Hospital de Maracanaú somente no biênio 2017/2018 pagou R$ 1.023.037,13 (um milhão vinte e três mil e treze centavos) pela locação de 03 (três) ambulâncias de suporte básico de vida (tipo B), conforme portaria MS de nº 2048/2002, da Secretaria de Administração Hospitalar, conforme contrato º 1301.18.09.27.01, oriundo do processo licitatório na modalidade pregão presencial nº 13.002/2018 e conforme o Contrato nº 1403.13.11.12.01, oriundo do Processo Licitatório Pregão Presencial nº 14.030/2013.






Precisamos saber onde foram parar as ambulâncias prometidas por muitos vereadores!

A título de curiosidade, veja o valor de uma ambulância modelo 2019.



domingo, 10 de fevereiro de 2019

SUPLENTES DE VEREADORES VÃO A CÂMARA DE MARACANAÚ COBRAR ACORDO





Um suplente de vereador me confessou que sua ida a Câmara Municipal de Maracanaú frequentemente é tão somente para cobrar de certo vereador de seu partido que cumpra com o acordo de cavalheiro estabelecido durante a campanha entre eles, e que o vereador se licencie para que ele assuma conforme o que foi combinado.

Para o suplente em questão, a saudação do vereador durante a sessão a sua pessoa carregada de elogios não passa de falsidade e mau-caratismo.

Através do acordo de cavalheiros o vereador eleito se compromete a abdicar de um período em seu mandato para que o suplente assuma. Isso é comumente feito através de um pedido de licença, mas certos vereadores não têm cumprido com o acordo. Esses vereadores esquecem que sem os suplentes eles não teriam sido eleitos conforme as regras eleitorais de 2016, que estabelece entre a elegibilidade o principio do quociente eleitoral!

Exemplo:


FONTE DA IMAGEM:


Embora, tenha vereador que insiste em não largar o osso, o cumprimento do acordo de cavalheiros tem sido recorrente na Câmara Municipal de Maracanaú.



















sábado, 9 de fevereiro de 2019

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MARACANAÚ PODERÁ ASSUMIR A PREFEITURA DE MARACANAÚ






A informação é do site CN7.

O atual prefeito de Maracanaú Firmo Camurça é alvo de investigações da Procuradoria de Justiça de Combate aos Crimes Contra a Administração Pública (Procap) e seu mandato corre risco.

Uma operação do Ministério Público está na iminência de ser desencadeada no Município, que faz parte da Região metropolitana de Fortaleza (RMF), com possíveis prisões e até o afastamento de secretários.

No Ministério Público do Ceará se discute o destino de Firmo.


FONTE: CN7

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

O MENINO VITAL NOS MOSTRA QUE O PREFEITO ESTÁ NU





O menino Vital nos leva para uma viagem há 200 anos no passado, quando um conto de fadas de autoria do dinamarquês Hans Christian Andersen, que foi publicado em 1837 nos mostra a vaidade humana, a necessidade de exclusividade e exibição, como dizer a excessiva valorização apenas pela aparência.

No conto de Andersen existe um rei enganado por dois falsos alfaiates. São dois vigaristas que fizeram o rei acreditar que eles eram capazes de tecer uma roupa vista apenas por pessoas inteligentes.

Depois dos dois falsos vigaristas tecerem a roupa levam-na para ao rei prová-la. O rei ao ‘vestir’ o traje, não admite a incapacidade para vê-la com medo de ser ridicularizado entre os súditos. “Vestido” na roupa o monarca resolve acompanhar uma procissão e ninguém do reino é capaz de revelar que o rei está nu, até que uma criança grita que o rei está nu.

Trazendo este conto de fada, que foi escrito há 200 anos para Maracanaú, Vital é esta criança que mostrou que o rei está nu. No caso de Maracanaú, o prefeito está nu, mas o chefe do executivo para não admitir sua total incapacidade e o fracasso de uma gestão que está no poder vai fazer 16 anos, acha melhor atender ao pedido do vereador, e resolve exonerar Vital.

Veja abaixo o recado que o menino Vital mandou para o rei, em nosso caso o prefeito e o vereador:





O CASO VITAL REPRESENTA O FRACASSO DE UMA OLIGARQUIA QUE COMANDA MARACANAÚ




Sempre com a máquina pronto para calarem a boca do cidadão pelo estomago, eles não admitem quem os reprove!

A exoneração do funcionário da secretaria de saúde Vital é muito mais que um ato de assédio moral no trabalho, é uma mostra da desumanidade por parte do prefeito Firmo Camurça (PSDB), e do vereador que fez a solicitação ao chefe do executivo.




Parece ter algo de muito escandaloso por trás da viagem destes vereadores a Brumadinho, que ainda vai ser esclarecido! O simples comentário do Vital exercendo sua cidadania no poster do vereador não explica o pedido de sua demissão pelo edil. Quanto ao prefeito é justificada a posição politica tomada na falta de bom senso no seu ato administrativo?



Vital na prefeitura de Maracanaú representa à força da precarização do serviço público a disposição da gestão, ele é apenas mais um entre milhares de apadrinhados por vereadores. E neste contexto sabemos que Vital está na conta do Vereador Capitão Martins (PR), que desenvolve (apoia) a sua esposa, Margareth Rose Soares Campos para a disputa ao cargo executivo em 2020, contrariando o posicionamento da oligarquia que comanda Maracanaú atualmente. Não há vereador diferente!


Vital é o elo mais fraco da corrente, Vital é o recado da gestão ao Capitão Martins (PR). O vereador que solicitou a exoneração foi instrumento. Quando a gestão exonera vital, ela quer mostrar para o Capitão Martins quem tem o poder... quem tem a força... quem manda!

O vereador foi instrumentalizado pela gestão, porque seu pedido não teria encontrado apoio no chefe do executivo, se neste momento Margareth Rose não apresentasse uma iminente ameaça à hegemonia oligárquica implantada em Maracanaú. O nome de Margareth Rose para 2020 invadi as redes sociais em Maracanaú sobre uma forte aclamação, que nem o exercito de comissionados a disposição da prefeitura consegue abalar, o desejo consciente dos internautas!


Vital agradece e confirma que sua demissão foi exigida pelo Vereador Jeorgenes de Castro (PRB):


Para reflexão:

Quadrilha/Carlos Drumond de Andrade

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história




quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

HOSPITAL DA MULHER EM MARACANAÚ CORRE O RISCO DE DESABAR




Em 2008 a R SCHUCH CONSTRUCOES LTDA ganha à licitação nº 14.001/2008CP cujo objeto foi à contratação da dita empresa para execução dos serviços de ampliação do Hospital Municipal de Maracanaú no valor total estimado em R$ 5.151.394,07 (cinco milhões cento e cinquenta e um mil, trezentos e noventa e quatro reais e sete centavos). No mesmo ano a Deputada Gorete Pereira (PR) libera através de emenda parlamentar R$ R$ 5.500.000,00 milhões (cinco milhões e quinhentos mil) para ser investido na construção do hospital da mulher.



Inaugurado em 14 de maio de 2012, hoje dia 06/02/2019 07 anos depois o hospital da mulher se encontra com paredes rachadas e fissuras nas colunas que sustenta boa parte do prédio.Estas irregularidades acendeu o sinal de perigo e a prefeitura tratou de escorar toda a estrutura, prevendo o desabamento. Tudo isso levou uma comissão de vereadores a fazer uma visita no local com o secretário de infraestrutura Felipe Mota e uma equipe técnica da secretaria.




O Hospital da Mulher na verdade é uma ampliação do antigo Hospital Municipal de Maracanaú Dr. João Elísio de Holanda, hoje transformada em uma secretaria hospitalar. Denominado Hospital da Mulher, levando o nome Agacil de Almeida Camurça, nunca passou de um puxadinho do Hospital Municipal Dr. José Elísio de Holanda. Um lugar onde se faz parto.



A construção do puxadinho denominado Hospital da Mulher foi feita dentro de uma área alagada e hoje sofre as consequências. Por várias vezes remendos foram feitos na estrutura do prédio para sanar danos, mas hoje boa parte do prédio se encontra com rachaduras e foi escorada para futuros reparos.





CARGOS COMISSIONADOS DEVERIAM GANHAR POR SEGUNDA JORNADA DE TRABALHO NAS REDES SOCIAS?




Isso é crime que deve ser punido com o rigor da lei.

As redes sociais estamparam a denuncia e até fizeram chacota de um suposto pedido de demissão feito por um vereador maracanaueses ao prefeito. Segundo as redes sociais tudo teria acontecido, porque um funcionário comissionado da prefeitura se atreveu a fazer um comentário na postagem do certo vereador contrariando a opinião do edil.

Existem em Maracanaú alguns vereadores que corriqueiramente se utilizam das redes sociais para se promoverem, e estes se utilizam de funcionários comissionados colocados por eles para trabalhar na prefeitura para replicar e curtirem suas postagens. Quando estes vereadores fazem alguma postagem, imediatamente eles convocam seu exercito de comissionados para curtirem, compartilharem e fazerem comentários favoráveis nas suas postagens, quem ousar não seguir as instruções repassadas é capaz de perder o emprego, ou se fizer comentário contra também estará sujeito a ficar desempregado.

Esta pressão exercida sobre os cargos de confiança e comissionada não fica restrita as redes sociais, em época de campanha estes funcionários são convocados para carreatas e se fazerem presentes aos atos políticos, e aquele que ousar não comparecer poderá ser demitido. E tem mais, aqueles que possuem carros são coagidos a adesiva o carro em época de eleição com a foto dos gestores.

Esta interferência emanada do agente político, neste caso o vereador empregador sobre os cargos políticos ou comissionados é discriminação em razão da orientação política, irregularidade trabalhista e assédio moral.

Quem viver verá!